IOTA Propõe Solução Para Dinheiro Eletrônico na Suécia

A Suécia está na vanguarda das sociedades sem dinheiro. Como eles planejam se tornar um país com dinheiro totalmente virtual ainda é um mistério. Em Setembro de 2017, o banco nacional sa Suécia, o Riksbank, publicou seu primeiro relatório sobre a e-crown, uma versão eletrônica da coroa sueca. No relatório, o banco pediu para que empresas oferecessem soluções para auxiliar no desenvolvimento de uma sociedade sem dinheiro na Suécia.

Uma das propostas veio da Fundação IOTA. Se escolhida, a Suécia estará entre os primeiros países a implementar uma criptomoeda nacional. Mas antes da nação nórdica se tornar completamente sem dinheiro, o banco central informou diversos problemas que  uma criptomoeda nacional precisa resolver: ser fácil de usar, ser compatível com outros sistemas e ser controlada por um banco central são alguns dos requerimentos.

O controle levanta uma questão, entretanto: criptomoedas emitidas por um governo ainda se qualificam como criptomoedas de fato?

IOTA EM PARCERIA COM A SUÉCIA?

A IOTA aponta diversos aspectos em sua solução proposta. Primeiramente, a empresa aprovou o projeto e agradeceu aoo governo sueco por sua consideração. A IOTA apresentou uma solução baseada em registro, que pode operar tanto centralizada quanto descentralizadamente. Em ambos os casos, o Riksbank teria “total controle sobre a emissão da criptomoeda, circulação e monitoramento.”

Além disso, uma e-crown de sucesso “precisa replicar algumas das propriedades do dinheiro e ser tão conveniente de se usar quanto os métodos modernos de pagamento.” De acordo com desenvolvedores da IOTA, a conveniência é o principal desafio no design da e-crown. Entretanto, usuários de dinheiro poderão ficar céticos quanto à tecnologia. O dinheiro em espécie ainda é responsável por uma enorme parte das transações anônimas, e o banco estaria removendo completamente essa camada de privacidade. A IOTA se mantém vaga em relação à privacidade, alegando que a e-crown seria rastreável mas ainda forneceria “um certo nível de privacidade.”

Igualmente importante para a companhia é a escalabilidade e a capacidade de operar offline. Conforme mais transações ocorrem na rede, elas não podem ficar mais lentas. Para que uma criptomoeda nacional funcione perfeitamente, o tempo das transações não pode ser afetado pelo volume.

E-CROWN BASEADA NO TANGLE?

A IOTA conclui falando sobre a tecnologia de registro distribuído, assim como o projeto e plataforma desenvolvidos pela Fundação IOTA. A IOTA pode ter criado a base para uma criptomoeda de sucesso, mas isso não ocorreu sem desafios. Grandes questões ideológicas ainda existem sobre o que, de fato, constitui uma criptomoeda. Será que a Suécia irá adotar a solução da IOTA? Deixe sua opinião nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *