As criptomoedas que valorizaram mais que o bitcoin em 2017

Bitcoin valorizou 1.318% no ano, mas alta do ripple foi de mais de 36 mil por cento

2017 certamente foi o ano do bitcoin: a criptomoeda valorizou 1.318%, chegando a um valor de mercado de mais de US$ 250 bilhões e ganhando bastante atenção na mídia (e não apenas no nicho de tecnologia). Todos os seus tios perguntaram sobre o assunto no Natal. Ainda assim, considerando os principais ativos criptográficos do mercado, o bitcoin não ficou nem no top 10.

Foto por goodegg0843/Flickr

O Quartz compilou uma lista dos ativos criptográficos que mais valorizaram em 2017. Esses ativos incluem tanto as criptomoedas, como o bitcoin e o ethereum, quanto os criptotokens, como o Ardor e o Golem, que funcionam por meio do blockchain e possuem valor, mas não foram criadas primariamente para servirem como moedas.

Como esperado, o ripple ficou em primeiro lugar: valorizou mais de 36 mil por cento em 2017, transformando-se na segunda criptomoeda mais valiosa do mundo, atrás somente do bitcoin. Ele é um pouco diferente das outras criptomoedas: não serve para fazer compras, é operado por uma empresa privada e não pode ser minerado; em vez disso, ele serve para instituições financeiras transferirem dinheiro globalmente.

Em termos mais simples, a alta de 36.018% do ripple significa que R$ 1.000 poderiam se transformar em R$ 3.611.800 em 12 meses. A valorização absurda do bitcoin em 2017 quase some no gráfico de comparação com o ripple:

Em seguida ficou o NEM, uma criptomoeda com foco em desempenho, que valorizou 29.042% no ano, seguido pelo Ardor (alta de 16.809%), uma plataforma que permite às empresas criarem seus próprios blockchains. O bitcoin fica em 14º lugar. Este é o ranking:

  1. Ripple: 36.018%
  2. NEM: 29.842%
  3. Ardor: 16.809%
  4. Stellar: 14.441%
  5. Dash: 9.265%
  6. Ethereum: 9.162%
  7. Golem: 8.434%
  8. Binance Coin: 8.061%
  9. Litecoin: 5.046%
  10. OmiseGo: 3.315%

Quando consideramos apenas as criptomoedas, o bitcoin fica na oitava posição:

  1. Ripple: 36.018%
  2. NEM: 29.842%
  3. Stellar: 14.441%
  4. Dash: 9.265%
  5. Ethereum: 9.162%
  6. Litecoin: 5.046%
  7. Cardano: 2.782%
  8. Bitcoin: 1.318%
  9. Bitcoin Cash: 513%
  10. IOTA: 501%

No momento, o valor de mercado dos 1,3 mil ativos criptográficos listados no CoinMarketCap é de US$ 712 bilhões — maior que o de grandes empresas de tecnologia, como Microsoft (US$ 665 bilhões), Amazon (US$ 578 bilhões) e Facebook (US$ 534 bilhões). Não há dúvidas de que as criptomoedas estão em uma boa fase; resta saber até quando essa febre vai durar.

 

 

Por: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *