Bitcoin sobe com informações de aposta enorme de fundo de Peter Thiel

Preços do bitcoin subiam nesta quarta-feira após o The Wall Street Journal informar que o Founders Fund, dirigido por Peter Thiel, cofundador do PayPal e investidor inicial do Facebook, comprou milhões de dólares da criptomoeda volátil.

O bitcoin era negociado a US$ 14.766,00 às 09h32 na corretora Bitfinex após ter chegado, mais cedo, à máxima de US$ 15.428,00.

A empresa de capital de risco comprou entre US$ 15 milhões a US$ 20 milhões em bitcoins e disse aos investidores que essas reservas agora valem centenas de milhões de dólares após o aumento do preço do bitcoin em 2017, informou o jornal.

Em outubro, Thiel afirmou que as pessoas estavam “subestimando” o bitcoin e comparou a moeda digital ao ouro.

“Se o bitcoin acabar sendo o equivalente cibernético do ouro, tem um grande potencial deixado de lado”, afirmou ele.

A moeda digital subiu cerca de vinte vezes desde o início de 2017, saindo de menos de US$ 1.000 para US$ 19.891 em 17 de dezembro na Bitfinex e para mais de US$ 20.000 em outras corretoras.

Entretanto, desde sua máxima histórica atingida em meados de dezembro, o preço caiu quase pela metade durante o restante do mês.

Enquanto investidores em bitcoin acreditam que a queda seja uma correção natural após um aumento impressionante, há alertas de uma bolha do ativo de reguladores do mercado e de bancos centrais,

No final de dezembro, analistas do Morgan Stanley alertaram que o valor real do bitcoin poderia “ser zero”.

Pesquisadores observaram que se o bitcoin não for aceito como um rival ao dólar norte-americano e outras moedas fiduciárias, então ele literalmente não vale nada.

Na terça-feira, a supremacia do bitcoin no mercado de criptomoedas caiu ao seu menor nível já registrado devido ao crescente interesse em moedas digitais alternativas.

A capitalização de mercado do bitcoin era de US$ 231,7 bilhões, cerca de 36% do valor total de todas as criptomoedas, sua menor participação já registrada no mercado. No início de 2017, sua participação de mercado era superior a 80%.

Enquanto isso, o ripple, a segunda criptomoeda mais valiosa em termos de capitalização de mercado após o bitcoin, era negociado a US$ 2,373 na corretora Poloniex após bater na máxima recorde de US$ 2,49 mais cedo.

A capitalização de mercado do ripple continuava a crescer nesta quarta-feira, ultrapassando os US$ 105 bilhões. Durante o fim de semana, o ripple ultrapassou o ethereum e se tornou a segunda maior moeda digital após o bitcoin.

O ripple se valorizou mais de 32.000% durante o ano de 2017. Começou o ano sendo negociado em torno de US$ 0,006 e encerrou cotado a US$ 1,98.

Os ganhos do ripple em 2017 ultrapassaram os ganhos do ethereum e do bitcoin, que subiram em torno de 9.000% e 1.400%, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *